A presença de chumbo em tintas de tatuagem: Será que você está sendo envenenado?

0
1556
Mãos masculinas cobertas por tatuagem e cheia de anéis

Por dentro do debate sobre a utilização de Chumbo e outros metais pesados na composição das tintas de tatuagem.

Em 10 de janeiro de 2014 foi publicada uma resolução da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspendendo a fabricação, comercialização e distribuição dos produtos da empresa Supreme, especializada em tintas para tatuagem. A proibição aconteceu pois a tinta da marca continha metais pesados que supostamente poderiam causar desde dor de cabeça até câncer, entre outros problemas a longo prazo.

Um dos metais presentes na composição da tinta era o Chumbo (Pb), um elemento químico potencialmente nocivo aos seres humanos. É compreensível, portanto, que a presença deste metal tenha causado a proibição do produto, especialmente em tintas aplicadas diretamente sob a pele. Essa determinação da ANVISA de 2014 foi um grande alerta para os possíveis riscos de fazer uma tatuagem utilizando tintas que contenham Chumbo.

Pessoa segurando um aparelho celular plugado no carregador
O Chumbo é um elemento presente em diversos produtos que usamos diariamente, como nossos celulares. Crédito: Photo por rawpixel.com via Unsplash

Se antigamente os maiores perigos de se fazer uma tatuagem eram relacionados à falta de higiene, nos dias de hoje o risco está basicamente nos materiais utilizados. A fiscalização rígida reduziu consideravelmente o número de estúdios com condições precárias, porém não existe a mesma rigidez para testar as tintas utilizadas nestes estúdios. Mesmo armazenados corretamente e dentro do prazo de validade, discute-se que alguns produtos podem conter ingredientes altamente alergênicos ou realmente tóxicos.

Para se ter uma idéia do que a presença de chumbo em tintas de tatuagem significa, a tinta utilizada em uma tatuagem de 8 por 12 centímetros contém uma média de 1 a 23 microgramas de Chumbo. Um adulto normal ingere em média 1 a 20 microgramas de Chumbo todos os dias através da alimentação. Segundo um artigo publicado na revista Infarma (v.17, nº 5/6, 2005), o limite diário de ingestão permitido por lei é 3,6 microgramas/kg – ou seja, uma pessoa que pesa 70kg pode ingerir aproximadamente 252 microgramas de Chumbo durante um dia inteiro sem maiores perigos. Já o valor semanal é de 25 microgramas/kg. Só não confunda micrograma (µg) com miligrama (mg), onde 1000 microgramas equivale a 1 miligrama.

As tintas permanentes para pele são compostas basicamente de pigmentos e diluentes. O pigmento é responsável pela cor da tinta, enquanto o diluente é o que faz com que o pigmento penetre e se fixe. Existem pigmentos das mais variadas origens, como os vegetais, os plásticos, os minerais e os orgânicos. Em alguns casos, mais de um tipo pode ser misturado no mesmo produto e alguns podem conter metais como chumbo em sua composição.

A dúvida está justamente nos efeitos da exposição contínua a ingredientes como o Chumbo e dos efeitos da tinta de tatuagem no sangue, pois ainda não existem estudos conclusivos sobre o assunto. Vale lembrar que o Chumbo está presente em vários produtos comuns, como tintas, cigarros, esmaltes, vidros e até mesmo maquiagem, o que demonstra a importância da regulação correta. Nas tintas para cabelo, por exemplo, a ANVISA determina que o limite de acetato de chumbo é 0,6%. Isso significa que para uma bisnaga de 60g de tinta de cabelo seria permitido a presença de 0,36g de acetato de chumbo. Contudo, enquanto no Brasil o uso de chumbo em cosméticos ainda é permitido, na Europa este produto é uma substância completamente proibida em tintas capilares, o que mostra que não há consenso neste assunto.

É possível que uma pessoa tatuada apresente sintomas por conta da presença de chumbo em seu corpo, porém não é possível isolar a causa de determinado sintoma e afirmar que ele seja causado diretamente pela tatuagem, já que existem inúmeros produtos no mercado utilizam chumbo em sua composição.

Além disso, não é uma tarefa fácil realizar a medição de como acontece a exposição do corpo humano ao Chumbo e outros metais. Estudiosos e fabricantes ainda debatem de que forma esta avaliação deve ser feita – por exemplo, se o nível deve ser medido diariamente pelo resto da vida do indivíduo ou se o chumbo se dissipa aos poucos.

Duas jovens deitadas na praia tomando sol e consumindo bebidas
Até mesmo a exposição ao sol pode ter mais influência no desenvolvimento de um câncer do que as suas tatuagens. Crédito: Foto por Maciej Serafinowicz via Unsplash

A física Linda Dixon, presidente da Academia Americana de Micropigmentação, afirma que nada comprova a toxicidade desses metais na tatuagem. Outro fator que dificulta estudos científicos mais concretos é que as informações dos pigmentos nem sempre são divulgadas publicamente. De todo modo, ela recomenda que todos leiam a lista de pigmentos antes de tatuar: “Conheça suas cores, conheça seus pigmentos”.

De acordo com as leis brasileiras, existem pelo menos quatro marcas de tintas para tatuagem liberadas pela ANVISA : Starbrite Colors, Electric Ink, Iron Works e Master’s Ink. Isso significa que as demais marcas podem não ter sido aprovadas pelos padrões cobrados atualmente ou que ainda não foram submetidas para testes.

Os estudos sobre este assunto ainda devem evoluir muito, porém ninguém precisa desistir de se tatuar por causa disso. Após tantos anos de avanço na área da saúde e com a profissionalização do ramo da tatuagem, os perigos de se fazer uma tatuagem diminuíram drasticamente, e hoje já existem maneiras de evitar os efeitos dos metais porventura presentes na composição da tinta.

Converse com seu tatuador e tire suas dúvidas sobre os materiais que serão utilizados em sua tatuagem. Leia o rótulo e, caso ache mais seguro, evite as marcas de tinta que utilizam metais pesados na sua composição, em especial o Chumbo. Existem muitas alternativas no mercado que não utilizam nenhum destes elementos.

Outra alternativa é dar preferência para as tintas orgânicas, que são mais seguras e naturais por utilizarem diluentes orgânicos, ao contrário das tintas acrílicas, que utilizam diluentes plásticos.

Caso descubra que o seu tatuador utilizou alguma marca de tinta com Chumbo em sua composição, não se desespere! A absorção do chumbo pelo organismo depende de diversos fatores, como a sua alimentação. Evite ficar em jejum e não coma grandes quantidades de proteína, isso ajuda a diminuir a absorção do Chumbo. Outra medida alimentar que pode contribuir nestes casos é comer alimentos ricos em cálcio, ferro e fósforo, pois eles reduzem a penetração do chumbo em seu organismo. a ingestão de alimentos como salsa, coentro, spirulina, chlorella e clorofila nos dias seguintes após a realização da tatuagem também podem ajudar a eliminar os metais pesados do organismo mais rapidamente e reduzir qualquer risco.

Após a absorção, os metais também podem ser eliminados do corpo humano de várias maneiras, utilizando medicamentos como o ácido dimercaptosuceínico (DMSA), que expele o Chumbo pela urina. Mas ATENÇÃO! Não se auto-medique! PROCURE UM MÉDICO antes de ingerir qualquer medicamento… é sério! Não vá se auto-medicar e depois sair falando que foi o pessoal da Tattrue que mandou hein! =P

Por fim, fique por dentro da resolução da ANVISA, RDC 55/2008, que trata sobre pigmentação artificial permanente para a pele. É sempre mais recomendado frequentar estúdios que seguem corretamente essas diretrizes e que utilizem as marcas de tinta certificadas pelo órgão.

Já que a discussão sobre o Chumbo na tinta avança sem muitos resultados concretos, tomar esses cuidados básicos vai te deixar mais tranquilo até os cientistas chegarem a uma resposta.  Por isso, converse com seu tatuador e fique atento na hora de escolher os materiais para colorir a sua pele 😉

Fontes:

  1. http://blog.lojadatatuagem.com.br/tattoo/por-dentro-do-produto-tintas-para-tattoo/
  2. http://www.artenocorpo.com/1311/anvisa-proibe-tinta-de-tatuagem-com-metais-pesados
  3. http://www.artenocorpo.com/147/do-que-esta-feita-a-tinta-das-tatuagens
  4. http://www.webmd.com/skin-problems-and-treatments/news/20160826/how-safe-tattoo-ink#3
  5. http://www.ecycle.com.br/component/content/article/63-meio-ambiente/2190-o-que-e-chumbo-metal-pesado-onde-esta-cosmeticos-batons-gasolina-cigarro-esmalte-produtos-de-beleza-tintura-cabelo-riscos-efeitos-na-saude-nauseas-vomitos-neurologicos-como-evitar-pervencao.html
  6. https://brasil.elpais.com/brasil/2015/09/10/ciencia/1441880248_999343.html
  7. http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/5126700/4133523/ResoluuodaAnvisaRDC55de6deagostode2008.pdf
  8. http://www.noticiasnaturais.com/2014/07/o-que-esta-escondido-em-sua-tinta-de-tatuagem/#ixzz4sMRkyxiX
  9. http://www.namu.com.br/materias/tatuagem-risco-escondido-nas-tintas
  10. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1280436/
  11. https://hypescience.com/tatuagens-podem-ser-perigosas-durante-ressonancia-magnetica/
  12. http://www.ecycle.com.br/component/content/article/63/2180-substancias-cosmeticos-produtos-higiene-quimicos-nocivos-evitar-triclosan-formaldeido-parabenos-triclocarban-alcatrao-carvao-hulha-cocamida-dea-bha-bht-chumbo-fragrancia-tolueno-oxibenzona-acido-borico-liberadores-dioxina-lauril-sulfato-de-sodio-fluor.html
  13. http://www.noticiasnaturais.com/2014/07/o-que-esta-escondido-em-sua-tinta-de-tatuagem/#ixzz4sMRKQBS2
  14. http://portal.anvisa.gov.br/documents/33856/2054354/Refer%C3%AAncia+t%C3%A9cnica+para+o+funcionamento+dos+servi%C3%A7os+de+tatuagem+e+piercing/24c89199-5801-481a-a510-b2ece5bfd1bc
  15. http://www.infoescola.com/saude/intoxicacao-por-chumbo/